Livros Com Temática LGBTQ+

Nos últimos anos, temos falado cada vez mais sobre educação sexual, orientação e genêros e, mesmo com o avanço da sociedade, o que podemos perceber é que temas relacionados com a sexualidade ainda são um tabu no mundo inteiro.

No Brasil, a ignorância acerca desse assunto ainda é grande. Muitos não entendem a importância que há na educação sexual dos jovens, crendo que isso apenas os levará a ter relações sexuais mais cedo. Um exemplo recente é a onda de ataques homofóbicos que o filme Bohemian Rhapsody, cinebiografia de Freddie Mercury – vocalista da banda de rock clássica Queen -, vem recebendo em grande parte dos cinemas brasileiros.

Também temos relatos mais graves sobre agressões e até mesmo assassinato de homossexuais e pessoas trans, que vem acontecendo com maior frequência e que nos mostra que, apesar de os anos terem passado, ainda não é fácil ser quem você é e fazer com que as pessoas respeitem a sua individualidade.

Mesmo sendo algo existente em diversas espécies e que é testemunhada nos seres humanos desde os povos mais antigos – os estudos mais facilmente encontrados são sobre a existência da homossexualidade na Grécia Antiga -, em muitos países ela ainda é considerada um crime que pode ser punido até com morte. A Índia foi o último país a descriminalizá-la, em setembro de 2018.

Abaixo, falaremos sobre livros que não apenas tem personagens LGBTQ+, mas que também mostram como era ser considerado uma aberração somente por buscar sua própria felicidade.

 

Maurice – E .M. Forster

maurice

Se tem alguém que possa falar com propriedade sofre as angústias e sofrimentos de uma pessoa quando esta se descobre homossexual, esse alguém é E. M. Forster. Nascido na preconceituosa Inglaterra do século XIX, país onde ser homossexual era, até então, considerado uma prática criminosa – inclusive, Oscar Wilde foi preso por sua homossexualidade-, Forster conta a história de Maurice Hall, um jovem proveniente de uma família convencional e tem toda sua vida planejada. Ao longo de sua adolescência, percebe sua preferência pelo sexo masculino, embora saiba que tem a obrigação de se graduar na faculdade, ter um bom emprego, casar e constituir família.

Essa belíssima obra literária foi escrita em 1914, porém foi publicada apenas em 1971 a pedido do autor, que preferiu esperar até sua morte para que seu livro fosse lançado.

Em 1987 foi lançado um filme com James Wilby, Hugh Grant e Rupert Graves interpretando os personagens principais.

Maurice filme

 

O Segredo de Brokeback Mountain – Anne Proulx

brokeback

Ambientado nos Estados Unidos em 1963, o conto relata o romance entre Jack Twist e Ennis Del Mar, dois jovens vaqueiros que se apaixonam ao trabalharem como pastoreiros na Montanha Brokeback, no Estado do Wyoming. Com medo do que pode acontecer caso seu amor seja descoberto, Jack e Ennis seguem em frente, cada um casando com uma moça e formando família. Porém o amor fala mais forte, e de tempos em tempos os dois homens se juntam na Montanha Brokeback para viver, nem que seja por um curto período, a vida e o romance que realmente gostariam.

O diretor Ang Lee lançou o filme O Segredo de Brokeback Mountain em 2005, com os atores Heath Ledger e Jake Gyllenhaal com Ennis e Jack, respectivamente. O filme ganhou três Oscars: Melhor Direção, Melhor Roteiro e Melhor Trilha Sonora.

brokeback-mountain-2005-002-heath-ledger-hugging-jake-gyllenhaal-from-behind

 

O Poço da Solidão –Radclyffe Hall

well

Radclyffe Hall é, sem dúvidas, uma das escritoras mais corajosas que já existiram. Nascida em 1880, a escritora e poetisa inglesa que gostava de se vestir com trajes masculinos e mantinha casos homossexuais escreveu sobre amar alguém do mesmo sexo, sobre não gostar do corpo em que nasceu e crer que pertence a outro gênero.

O livro foi lançado em 1928 e, apesar de muitas vezes acabar esquecido na lista de grandes clássicos da literatura inglesa, se tornou um marco na literatura com temática LGBTQ+

 

A Garota Dinamarquesa – David Ebershoff

dinamarca.jpg

Narra a vida de Lili Elbe, provavelmente a primeira transsexual a fazer a cirurgia de transformação de sexo.  Conta com delicadeza e sensibilidade como Einar, uma pessoa que nasceu com corpo masculino, descobre e lida com a verdade – de que pertence ao corpo feminino. É aí que nasce Lili, sua identidade feminina. O livro mostra não apenas a transformação de Einar em Lili, mas também como sua esposa, Gerda, reage com a possibilidade de não ter mais seu marido, até a aceitação e apoio à decisão de Lili em fazer a cirurgia.

O lindo filme de 2015 rendeu o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante à Alicia Vikander, que interpreta a esposa de Lili.

A-garota-dinamarquesa_interno1

 

Orlando – Virginia Woolf

orlando-traducao-cecilia-meirelles

A brilhante Virginia Woolf, escritora inglesa do século XX, conta com maestria a história de Orlando, um jovem de dezesseis anos nascido no século XVI, mas cujo evento principal acontece já na fase adulta do rapaz – certo dia, ele acorda em um corpo feminino. Mais que uma boa históra, este livro nos faz refletir o que difere um homem de uma mulher. São as roupas? As restrições sociais?Ou apenas o corpo?

Virgínia era bissexual e manteve um romance com Vita Sackville West, mesmo sendo casada com um homem. Em 1992 foi lançado o filme Orlando – A Mulher Imortal, com a incrível Tilda Swinton como a personagem principal.

Tilda_swinton_orlando

Vocês já leram algum desses livros? Há algum outro que vocês acham que deveria estar na lista? Respondam nos comentários.

One Reply to “Livros Com Temática LGBTQ+”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s